Compatriotas no Peru,

Como Embaixador de Portugal no Peru tenho apreciado o civismo e serenidade com que estão a reagir os portugueses que se viram retidos pela declaração do Estado de Emergência Nacional, que inclui a proibição de todos os voos, das deslocações inter-regionais e um período de quarentena obrigatória.

A Embaixada de Portugal está a fazer todos os esforços para minimizar estes constrangimentos e estou em permanente contacto pessoal com as restantes representações de países da União Europeia e com o Governo Peruano, procurando encontrar uma solução adequada e o mais rapidamente possível.

Entretanto, apelo a todos que continuem com o mesmo espírito que têm mantido, acatando as normas do decreto do Estado de Emergência, nomeadamente: manterem-se nos locais onde estão e deslocarem-se apenas para as compras de bens essenciais que estão permitidas.

Esta Embaixada está com constrangimentos de funcionamento porque grande parte dos nossos colaboradores também foram afetados pelas atuais restrições. Pedimos compreensão para o facto de que não nos será possível fazer atendimento presencial e termos uma congestão nas linhas telefónicas. Todas as consultas devem por isso ser processadas pelo nosso correio eletrónico lima@mne.pt. Na nossa página de Facebook estamos a colocar informação atualizada que devem consultar com frequência: https://www.facebook.com/EmbaixadaPTLima/

Neste difícil momento, quero deixar uma palavra de alento e confiança e dou garantias pessoais e de toda a equipa da Embaixada de que estamos a trabalhar com todo o empenho e dedicação e alimentados por um sentido de missão, tendo como único objetivo que cada português possa encontrar-se o mais rapidamente possível com a sua família.

Espero em breve comunicar novas informações

Envio uma calorosa saudação a todos

Afonso Henriques de Azeredo Malheiro

Embaixador de Portugal no Peru

  • Partilhe